• (21) 2492-1463 - Campo Grande
    (21) 2567-3591 - Vila Isabel

Em casos de obesidade a cirurgia é indicada?

A indicação é para pacientes, com idade entre 18 e 65 anos, com índice de massa corporal (IMC) igual ou maior que 40, ou igual ou maior que 35, caso ele tenha comorbidades associadas à obesidade, como diabetes, hipertensão, dislipidemias. O protocolo atual da ANS exige: possuir obesidade estável há pelo menos cinco anos; possuir pelo menos dois anos de tratamento clínico prévio não eficaz e comprovado; não fazer uso de drogas ilícitas; não ser portador de alcoolismo e não apresentar quadros psicóticos ou demenciais graves ou moderados.


Que profissionais estão envolvidos numa cirurgia bariátrica?

Normalmente você é encaminhado ao cirurgião pelo seu endócrino. A partir daí você vai ter à sua disposição uma equipe multidisciplinar, que conta com o cirurgião, a nutricionista e a psicóloga, além do seu endócrino. Todos lhe fornecerão um laudo que permitirá ao cirurgião encaminhar a solicitação de sua cirurgia ao seu plano.


Quanto tempo demora a liberação da cirurgia pelo plano?

Normalmente, após os laudos liberados e o cirurgião enviar a solicitação ao seu plano, em torno de 21 dias úteis, mas este prazo pode variar de plano a plano.


Quais os planos de saúde são aceitos pelo Dr. Paulo?

Golden Cross, MedicalRio, Unimed Rio, Unimed Intercâmbio, Cape Saúde, Embratel, Gama Saúde, Mediservice, Bradesco Saúde, Caberj, CAC, Cassi, Life, Itaú Porto Seguro e Integral Saúde Caberj.


Como escolher qual técnica a ser adotada em minha cirurgia bariátrica?

Você, junto com o Dr Paulo, com base em seus exames e na avaliação clínica, decidirão qual a técnica mais adequada ao seu caso – Sleeve ou Bypass.


As consultas com o Dr. Paulo tem reembolso?

Depende de seu plano. Ele dá recibo em todas as consultas particulares (fora de convênio), o reembolso depende do seu plano.


Já sou cliente do Dr. Paulo e meu plano foi trocado pela minha empresa, o que faço?

Se o seu novo plano estiver incluso nos planos conveniados, nenhum problema. Caso não esteja você vai ter que pagar um valor pela consulta.


Eu era cliente Goldes Cross e me passaram para Sul América, o Dr. Paulo e sua equipe tem convênio?

Houve uma mudança, pela Qualicorp, que descredenciou uma determinada categoria da Golden, passando alguns para a Sul América e outros para a Assim. Estamos tentando o credenciamento com estes convênios, mas não depende de nós e sim do plano…especificamente com relação à Sul América, já estamos realizando cirurgias normalmente, sem problemas.


A nutricionista e a psicóloga aceitam quais planos de saúde?

Ambas aceitam GOLDEN e CABERJ. Para os demais planos, dão recibo para obtenção de reembolso. Também fazem pacotes onde o valor da consulta sai muito mais barato. Aceitam também cartões de débito e crédito.


Qual o valor da cirurgia particular (sem convênio)?

Isso será decidido na consulta com o cirurgião, pois depende de seus exames, do hospital em que você irá operar, das possíveis intercorrências e outros detalhes que não há como se prever. Assim fica difícil estabelecer um valor sem estas providências… só na consulta é que poderemos, considerando estes itens e seus exames, definir o que é melhor pra você e daí, o valor total.


Por que devemos tomar um polivitamínico para o resto da vida depois da cirurgia?

Todos os pós-bariátricos devem tomar um polivitamínico para o resto da vida, tipo Centrum Select (ou Silver), ou outra marca, tipo BARIVIT… cada caso é um caso e será avaliado pelo cirurgião e pela nutricionista para definir qual o mais indicado pra você. Isto ocorre porque o pós-bariátrico absorve menos nutrientes e vitaminas do que o normal, daí a necessidade da suplementação.


Por que tenho que assistir às palestras para meu pré-operatório?

As palestras são o foro ideal para você obter todos os esclarecimentos sobre tudo da sua cirurgia. Lá estarão, à sua disposição, o cirurgião, a nutricionista, a psicóloga e, normalmente, alguns pós-operados que dão seus depoimentos e contam sua história… você pode e deve, nas palestras, tirar todas as suas dúvidas.


Em quanto tempo depois da primeira consulta eu estarei operando?

Isso varia de paciente para paciente, pois depende de seus exames e do seu resultado no pré-operatório e, principalmente, da liberação do laudo da nutricionista e da psicóloga que informarão ao cirurgião que você já se encontra apto à cirurgia e ao pós-operatório.


Por que devo manter o tratamento psicológico pós-cirúrgico?

Se você assistiu às palestras, você já descobriu a resposta. Se não assistiu, há vários problemas que você vai enfrentar, com por exemplo, se ver “gorda(o)” quando está magro(a). Pular refeições para emagrecer mais rápido (erro grave). Trocar a compulsão da comida pela bebida, pelo sexo, pela atividade fica (vigorexia), pelo álcool e, principalmente, não se aceitar com o novo corpo.


Devo ou não fazer as reparadoras?

Isso depende de cada um. Normalmente as mulheres querem fazer o mais rapidamente possível. Os homens resistem um pouco, mas, a partir do momento em que você atingir sua meta, o Dr Paulo vai lhe liberar para sua reparadora…Cada plano trata este item diferentemente. Deve ser visto no seu plano, quais reparadoras são cobertas…


Qual o problema com a fertilidade feminina?

Ainda não ficou estabelecido o porquê isto acontece, mas acontece. Depois de uma bariátrica, qualquer que seja a técnica, a fertilidade da mulher aumenta. Para evitar isso, a mulher deve consultar seu ginecologista para alterar seu método contraceptivo. A pílula não garantirá mais o que garantia, como método de contracepção. Se você usa pílula apenas para regular sua menstruação, pode continuar, ela funcionará para este fim, MAS NÃO SERÁ GARANTIA COMO MÉTODO CONTRACEPTIVO. Aconselhamos a gravidez após 2 anos de cirurgia, mas já tivemos pacientes que engravidaram antes deste período e não tiveram problemas...


Por que muitos pós-bariátricos tem que fazer vesícula?

Em razão de 3 fatores. A redução drástica da glicose, do colesterol e dos triglicerídeos… isso faz com que, em alguns casos, se forme uma “lama biliar”, que se transforma em cálculo biliar, necessitando da retirada da vesícula. Isso ocorre em aproximadamente 30% dos pacientes.


Qual o valor de uma consulta particular?

200,00 (duzentos reais) em novembro/2018.


No pré-operatório eu devo emagrecer para poder operar, e se eu perder mais peso do que o normal e ficar abaixo do IMC permitido para cirurgia?

Isso não vai acontecer, porque durante seu pré-operatório, tanto o Dr Paulo quanto a Nutricionista, monitorarão seu IMC para que fique dentro do padrão da ANS.


Quais exames que são solicitados inicialmente pelo Dr. Paulo?

Endoscopia digestiva com pesquisa de H.Pylori; ultrassonografia de abdômen total; exames de sangue e, dependendo do seu grau de obesidade uma prova de função respiratória. Em alguns casos específicos ele pode solicitar um exame de PHmetria e de apneia do sono. Posteriormente, para sua cirurgia serão solicitados os exames necessários para seu cardiologista emitir um risco cirúrgico.


Qual o tempo de internação para a cirurgia?

Normalmente 24/48h. Você interna num dia, opera e se estiver bem, no dia seguinte recebe alta.


Eu já tive trombose, isso é impeditivo para minha cirurgia?

Não, você será medicada preventivamente e posteriormente com relação a este problema, além disso, a trombose pode limitar-nos na escolha da técnica a ser adequada a seu caso. Normalmente, quem já tem histórico pessoal ou familiar de trombose, a técnica mais indicada é o bypass.


Tenho hérnia de hiato, qual técnica devo optar para minha cirurgia?

Quem tem hérnia de hiato tem a indicação da técnica de bypass.


A cirurgia bariátrica é reversível?

A técnica de bypass é a única reversível, já que a porção de seu estômago que foi retirada permanece em seu abdômen. No sleeve, como a porção é retirada, não há como reverter.


Quem fez Sleeve e reganhou peso pode fazer By Pass?

Sim, quem operou pela técnica de Sleeve e, por qualquer motivo, reganhou peso e está com dificuldade para perdê-lo, pode optar por fazer um by pass. No entanto, quem fez by pass não há indicação de nova cirurgia, porque se não deu certo antes, há pouca probabilidade de dar na 2a, além de aumentar o risco da cirurgia.


Com quanto tempo de operada eu posso engravidar?

Normalmente o prazo ideal é de 2 anos, mas já tivemos pacientes que engravidaram com tempo inferior e, embora seja necessário um acompanhamento mais cuidadoso, não houve problema.


O que é dumping?

Todo operado está sujeito a ter a síndrome de dumping. O consumo de alimentos calóricos, doces e gordurosos pode causá-la. O Dumping acontece quando, depois de beber ou comer um dos alimentos acima citados. Os sintomas variam, mas normalmente, o paciente apresenta taquicardia, sudorese, tontura, queda da pressão arterial e diarreia.


Por que ocorre a queda de cabelo após a cirurgia?

A redução da absorção de alguns nutrientes levam à queda de cabelo, mas a suplementação e a alimentação adequada param a queda. Normalmente isto ocorre nos primeiros 4 meses da cirurgia e os cabelos voltam a crescer normalmente depois.


Por que tenho que perder peso antes da cirurgia?

A perda de peso no pré-operatório é essencial para a segurança e sucesso da cirurgia, dando mais tranquilidade ao paciente e submetendo-o a menos riscos. A gordura no fígado é a mais prejudicial e pode complicar muito a cirurgia, colocando a vida do paciente em risco. Com a perda de peso recomendada – em torno de 10% de seu peso original – a gordura do fígado é uma das primeiras a ser eliminada, além disso, com a reeducação alimentar do pré-operatório você certamente perderá peso, porque são retirados de sua dieta, doces, cafeína, gordura e álcool, que são substâncias que podem causar abstinência no pós-operatório.


Depois da cirurgia, em quanto tempo posso fazer a cirurgia reparadora?

Depois de atingida sua meta (normalmente de 12 a 18 meses), o cirurgião vai lhe avaliar e liberar a(s) reparadora(s).


Corro risco de engordar novamente após a cirurgia?

A cirurgia bariátrica não faz milagre, ela é apenas uma ferramenta que o cirurgião pode lhe dar para lhe auxiliar na perda de peso. A manutenção do peso ideal deve obedecer a novos hábitos alimentares. Ter uma alimentação saudável, balanceada, fracionada e variada, e praticar atividades físicas é de fundamental importância para a manutenção do peso. Além disso, é essencial que o paciente continue tendo um acompanhamento presencial com o médico, a nutricionista e a psicóloga.


Quanto tempo devo ficar afastada do meu trabalho para fazer a cirurgia?

Normalmente em torno de 30 dias. Aconselhamos sempre ao paciente a coordenar as férias com a licença normal de 15 dias do INSS. Em casos atípicos de trabalho este período pode ser reduzido, mas isso vai ser discutido com seu cirurgião.


Quanto tempo dura a cirurgia bariátrica?

Depende da técnica a ser utilizada. Se for sleeve, dura em torno de 45 minutos. No caso do Bypass, 1h15min. Estes tempos são o quanto duram os procedimentos em si e não incluem o tempo desde que o paciente é levado do quarto ao centro cirúrgico nem o de recuperação da anestesia.


Qual o tipo de anestesia usada para cirurgia?

Geral.


Como é feito o pagamento ao anestesista?

O pagamento é feito diretamente ao anestesista que lhe dará um relatório e um recibo para você obter o reembolso com seu plano de saúde, que normalmente, reembolsa 100% do valor pago.


Em quais hospitais o Dr. Paulo opera?

https://www.drpaulofalcao.com/hospitais


Qual a diferença entre a técnica Sleeve e By Pass?

O Sleeve é uma técnica restritiva onde apenas reduzimos o tamanho do estômago, restringindo a quantidade de alimento ingerido. O By pass é uma técnica disabsortiva, pois além do estômago ser reduzido, há um desvio feito no intestino delgado, fazendo com que a absorção comece cerca de 1,20m após o alimento sair do estômago para o intestino.


Eu tenho diabetes, qual a técnica mais adequada para minha cirurgia?

A diabetes é um dos indicativos para a técnica Bypass.


Posso voltar a engordar após a cirurgia?

Até dois anos após a cirurgia, o paciente ainda estará perdendo peso. A partir do momento que esse processo se estabiliza, é possível haver algum ganho, caso o paciente “baixe a guarda” e não se esforce para manter o peso. Esforço significa manter uma dieta balanceada e atividades físicas, o que é recomendado para os operados ou não. É preciso abandonar antigos costumes nocivos e adotar uma forma de vida mais saudável, que inclui dieta equilibrada e a prática de exercícios.


Minha endoscopia deu H-PILORY, posso operar?

Pode sim, sem problemas. O Helicobacter pilory (H-Pilory) é uma bactéria muito comum e está presente em 99% da população, sendo facilmente tratado com uso de antibióticos em um período máximo de sete dias. Costumamos tratar no período entre a marcação e a cirurgia propriamente dita. Deve ser tratado para evitar a recidiva da gastrite.


Vou precisar usar meia ou cinta após a cirurgia?

Não. O uso de meia de compressão para um obeso é extremamente difícil para se colocar e retirar, com o uso do medicamento adequado, no período indicado por seu cirurgião, você não precisa da meia, mas se quiser usar, é opcional. A cinta é totalmente dispensável, já que em ambas as técnicas, a cirurgia é feita por videolaparoscopia (furinhos) o que dispensa o uso da cinta, mas também é opcional se alguém quiser usar por se sentir mais seguro.


O que é fístula?

É o vazamento do conteúdo do estômago para a parte externa do abdômen. Isto pode causar infecção e reinternação, podendo ser necessária uma nova cirurgia para reparação, ou apenas o uso de antibióticos para a solução do problema. Já há muito tempo não temos casos de ocorrência desta hipótese, já que, após a cirurgia, fazemos teste com azul de metileno, injetando-o com pressão pela boca e observando se houve ou não vazamento. Normalmente, em mais de 99% dos casos não ocorre, e quando ocorre é corrigido na hora.


Fiz um By Pass e reganhei peso, tenho indicação de uso de plasma de argônio?

O Plasma de Argônio é uma terapia alternativa e sua indicação deve ser extremamente individualizada, fazendo parte de um contexto, para pacientes que reganham peso após um By pass. Esta decisão deverá ser tomada em conjunto com o médico durante sua consulta.


Depois da cirurgia, o paciente deve fazer cirurgia plástica?

Nem sempre é necessário fazer cirurgia plástica após o procedimento bariátrico. Cada caso deve ser avaliado criteriosamente pela equipe multidisciplinar responsável pelo tratamento e só devem ser realizados após a estabilização do peso, que ocorre entre 12 e 24 meses após a cirurgia.


A cirurgia plástica é coberta por planos de saúde e/ou SUS?

Em fevereiro de 2019, a Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que as cirurgias plásticas reparadoras para retirada de excesso de pele em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica devem ser custeadas por planos de saúde. Desde a primeira instância, o entendimento do Judiciário é de que a cirurgia plástica, após a cirurgia bariátrica, não possui finalidade puramente estética e sim um caráter funcional.

As cirurgias plásticas reparadoras também são cobertas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nos seguintes casos:

1 - mamoplastia: incapacidade funcional pela prótese mamária, com desequilíbrio da coluna; Infecções cutâneas de repetição por excesso de pele, como infecções fúngicas e bacterianas; Alterações psicopatológicas devidas à redução de peso (critério psiquiátrico).
2 - abdominoplastia/torsoplastia: incapacidade funcional pelo abdômen em avental e desequilíbrio da coluna; Infecções cutâneas de repetição por excesso de pele, como infecções fúngicas e bacterianas; Alterações psicopatológicas devidas à redução de peso (critério psiquiátrico).
3 - excesso de pele no braço e coxa: limitação da atividade profissional pelo peso e impossibilidade de movimentação; Infecções cutâneas de repetição por excesso de pele, como infecções fúngicas e bacterianas; Alterações psicopatológicas devidas à redução de peso (critério psiquiátrico).


Para que serve a cirurgia metabólica?

A cirurgia metabólica é utilizada para a remissão de doenças associadas à obesidade, como a hipertensão arterial, diabetes tipo 2 e apneia do sono, entre outras. É uma operação segura, que apresenta resultados positivos a curto, médio e longo prazos.

Diversos estudos e pesquisas científicas nacionais e internacionais revelam que a intervenção cirúrgica é uma opção real e efetiva para controlar o diabetes. Além da já conhecida cirurgia bariátrica, a cirurgia metabólica é uma das formas de controle desta doença crônica e progressiva.

A diabetes tipo 2 está diretamente associada à obesidade. Cerca de 9% da população brasileira convive com o diabetes. São mais de 14,3 milhões de pessoas que podem ter a cirurgia metabólica como opção terapêutica.


A cirurgia metabólica é feita no SUS?

O SUS não cobre os custos da cirurgia metabólica. A SBCBM vem realizando inúmeros esforços para que a ANS inclua a cirurgia metabólica em seu rol de procedimentos, para que ela seja coberta pelos planos de saúde. A cirurgia é comprovadamente eficaz e segura, com inúmeros benefícios associados. Para saber mais sobre o procedimento, custos e para encontrar um cirurgião, acesse os sites www.sbcbm.org.


Quem pode fazer a cirurgia metabólica?

A Cirurgia Metabólica é um procedimento que foi regulamentado pelo Conselho Federal de Medicina como opção terapêutica para pacientes portadores de diabetes mellitus tipo 2 (DM2).

As normas estabelecem que estão aptos os pacientes com diabetes tipo 2; IMC superior a 30 kg/m²; com mais de 30 e no máximo 70 anos; com diabetes diagnosticado há menos de 10 anos e parecer médico que aponte a resistência ao tratamento clínico com antidiabéticos orais e/ou injetáveis, mudanças no estilo de vida e que tenha comparecido ao endocrinologista por no mínimo dois anos.

Nos sites www.vidanovametabolica.org.br e www.sbcbm.org.br você encontrará várias informações de qualidade sobre a cirurgia e poderá buscar um cirurgião perto de você!


Os planos de saúde cobrem a cirurgia metabólica?

Atualmente apenas alguns planos de saúde cobrem a cirurgia. A SBCBM está trabalhando para que a ANS inclua a cirurgia metabólica em seu rol de procedimentos. Queremos que a cirurgia metabólica se torne ainda mais acessível e tenha cobertura dos planos de saúde ou seja realizada na rede pública. A cirurgia é comprovadamente eficaz e segura, com inúmeros benefícios associados. Para mais informações, recomendamos que você consulte um cirurgião. Em nosso site você encontra uma lista de profissionais www.sbcbm.org, em "Seu Cirurgião".


Até que idade a cirurgia metabólica é recomendada?

De acordo com a resolução 2.172/2017 do Conselho Federal de Medicina (CFM) que regulamenta a cirurgia metabólica estão aptos pacientes até 70 anos. Obrigado pela participação. Leia mais sobre a cirurgia metabólica e o diabetes em www.vidanovametabolica.org.br.

Pré-Agendar Consulta
Emissão de Carteirinha